SEDECT, por meio do seu Departamento de Indústria e Comércio, realiza balanço de atividades em 2017 e revela grande interesse de empresários em investir em Três Lagoas

23/12/2017

SEDECT, por meio do seu Departamento de Indústria e Comércio, realiza balanço de atividades em 2017 e revela grande interesse de empresários em investir em Três Lagoas

Mostrar as potencialidades do município para os empresários e realizar um levantamento econômico de Três Lagoas foi uma das missões da pasta este ano

A Secretaria de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (SEDECT), divulgou o balanço dos trabalhos desenvolvidos durante todo o ano de 2017, tendo como gestores da pasta o Secretário, Antônio Empke Junior, Tonhão, e o Diretor de Indústria e Comércio, Marcus Vinícius Ferreira. Uma das missões da Secretaria este ano, segundo Empke, foi mostrar as potencialidades do município para os empresários e realizar um levantamento econômico de Três Lagoas, destacando os Distritos Industriais. Segundo dados da secretaria, mais de 50 empresários passaram pelo departamento interessados em investir ou ampliar seus negócios na Cidade. O levantamento também revela que sete cartas-consultas foram protocolizadas na Secretaria, as quais serão encaminhadas ao Prefeito já no início de 2018 para posterior encaminhamento à Câmara Municipal para deliberação, totalizando quase 200 milhões de reais em investimento e geração de mais de 300 postos de emprego. “Nossa missão este ano foi mostrar tudo o que a nossa Cidade pode oferecer. Acreditamos ser um número positivo para o Município, fruto do nosso trabalho e poder de convencimento junto aos empresários e investidores. Estamos concentrando nossos esforços também na resolução da área para a Cervejaria, que gerará mais 300 postos de emprego e mais de 300 milhões reais em investimentos”, pontua Antônio Empke. Distrito Industrial Um diagnóstico completo do Distrito Industrial também começou a ser realizado pela equipe. Informações tais como cumprimento de leis aprovadas, geração de empregos, tamanho de área construída, faturamento das indústrias e segmentos de atividades estão entre os dados que estarão no relatório que será finalizado em março de 2018.  Empke ressalta que como fruto desse trabalho de apuração sete projetos foram encaminhados à Câmara Municipal para revogação de Leis que cederam em comodato área para posterior doação e de incentivos fiscais. “Totalizam essa ação mais de 147 mil metros quadrados devolvidos à municipalidade, incluindo vários com edificações e alguma benfeitorias, aumentando dessa forma o patrimônio público”, ressalva. Um novo estudo sobre legislação referente ao Distrito Industrial para transformá-lo em um grande núcleo empresarial está em andamento na Secretaria. Empke explica que o estudo permitirá incentivar diferentes ramos de investimentos, tais como logística, prestador de serviços, ciência, tecnologia e inovação. Segundo ele, essa nova legislação disciplinaria as regras para que os empresários beneficiados ajudem o município com uma contrapartida. Projetos e Parcerias Mais de mil estudantes do Ensino Médio de Três Lagoas receberam em suas escolas a equipe da SEDECT este ano para saber mais sobre a realidade econômica do município. O projeto focou em apresentar aos alunos que estão saindo para o mercado de trabalho que há oportunidades na cidade, principalmente para aqueles que buscam qualificação e especializações. A Feira Florestal e o SEBRAE também foram grandes parceiros da pasta em 2017 colocando Três Lagoas em destaque em suas ações. Com um estande montado na Feira Florestal, a Prefeitura, por meio da SEDECT, assessorou com informações e dados quem passava pelo local. Além de palestras, cursos e atividades que fomentaram ainda mais a Secretaria, o SEBRAE contribuiu significativamente com a pasta. Importante mencionar  que a Sala do Empreendedor, espaço localizado dentro da Secretaria, realizou 876 atendimentos exclusivos para atender micro e pequenos empresários a se formalizarem. O Programa LIDER (Liderança para o Desenvolvimento Regional), composto por 48 lideranças dos 11 municípios que compõe a Costa Leste do Estado também com a participação efetiva da SEDECT. Dentro da Lei Em parceria com a Procuradoria jurídica e, após minucioso levantamento de informações, a pasta conseguiu a anulação do ato de doação de área para a Gurgel. São 139 mil m² de área e um galpão que há cinco anos tem sido alugado para terceiros, contrariando, segundo o secretário, o dispositivo legal. Além disso, aconteceu outra revogação de lei cumulada com posterior reintegração de posse, inclusive já concedida pela justiça, numa área de 24 mil metros quadrados com galpão de 9.500 m². “Por mérito da atual gestão conseguimos reverter a área, avaliada em mais de 6.5 milhões, e o Município já começa a receber de aluguel a quantia de R$ 60 mil por mês.” Ambulantes A fiscalização dos ambulantes irregulares também esteve na pauta da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia. Segundo o Secretário, a pasta cumpriu a risca a legislação que proíbe o comércio de ambulantes no quadrilátero legal, ou seja, entre as Ruas João Carrato, Bruno Garcia, Elmano Soares e Av. Rosário Congro. “Desafiamos a nossa estrutura para atender o clamor da Associação Comercial e Industrial, dos Sindicatos e Agências Bancárias. Também iniciamos um levantamento completo de todos os ambulantes e itinerantes que são de Três Lagoas, nos reunindo com eles diversas vezes primando pelo diálogo e consenso nas negociações”, explica. Empke destaca a ação dos três fiscais que, dentro das suas possibilidades e exercendo cada um as funções que lhe foram atribuídas, chegaram ao expressivo número de 1745 ocorrências nestes doze meses de trabalho.        

Diretoria de Comunicação