19 de Janeiro de 2019

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Poesias Economia Acontecimentos Dr. Sérgio Luís Entretenimento Esporte
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





01/11/2018

Prefeito vai à CEF e assina convênios para mais obras em Três Lagoas

Na Caixa, Guerreiro discute também liberação de recursos de R$ 47 milhões

O Prefeito Angelo Guerreiro esteve na agência da Caixa Econômica Federal em Campo Grande, na tarde desta quarta-feira (31), onde participou de reunião com o gerente regional da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal, Paulo Cesar Neves de Matos e Rodrigo Cunha, coordenador da Filial, além de técnicos da Prefeitura e da CEF, e assinaram convênios de infraestrutura para obras de drenagem e pavimentação em bairros de Três Lagoas.

Conforme o Prefeito, os documentos dizem respeito a recursos viabilizados nas viagens à Brasília que resultaram em convênios com valores que superam os R$ 2 milhões e serão investidos em obras de infraestrutura. No bairro São João foram destinados R$ 1 milhão, liberados pela senadora Simone Tebet. No Bairro Carandá, serão investidos R$ 413 mil, viabilizados junto ao Deputado Federal Luiz Henrique Mandeta, e no Bairro Novo Aeroporto serão usados R$ 733 mil, destinados pelo Senador Pedro Chaves. A estes recursos, segundo Guerreiro, serão acrescidos valores referentes à contrapartida do Município.

Na mesma reunião foi discutida a destinação dos recursos para outras obras em documentos que serão enviados pela CEF ao Ministério das Cidades, em Brasília, na próxima segunda-feira. Esses recursos ultrapassam os R$ 47 milhões que serão investidos em saneamento.

O Prefeito Angelo Guerreiro deverá seguir na próxima semana para Brasília, para tratar sobre a liberação desses e outros recursos no Ministério das Cidades e Ministério da Saúde. As reuniões estão pré-agendadas. Uma delas será com Luiz Cláudio França, diretor da Área Operacional e de Planejamento da Secretaria Nacional de Desenvolvimento Urbano do Ministério das Cidades. Guerreiro deverá ir também no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação.

 

Diretoria de Comunicação

 

Versão Impressa



Mais Lidas

    
  1. Renovação de frota motiva venda de caminhões usados
  2. BANDA KORRERIA 77 É ATRAÇÃO NO ENCERRAMENTO DO MOTO SHOW 2014
  3. ASFALTOS ESTADUAIS NO BOLSÃO CONCLUÍDOS
  4. Centro Cultural recebe obras do Marco para a exposição “Brasil Central”
  5. Fundação de Cultura realiza Oficina de Cerâmica de Bichos do Pantanal em Alcinópolis